Outubro Rosa: Findes apoia o mês da conscientização do câncer de mama

 
A Findes apoia o mês da conscientização do câncer de mama e incentiva o seu engajamento no movimento. 
Durante todo o mês, a Sede da Findes estará iluminada de rosa em prol da campanha.
 
Se cuidar, é um ato de carinho por você e por quem você ama. Em outubro, inicia o movimento “Outubro Rosa”, conhecido mundialmente por marcar a prevenção do câncer de mama e autocuidado. Nessa caminhada, a prevenção é muito importante!
 
A Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) apoia todas as iniciativas que ajudam a engajar a causa e, consequentemente, informar principalmente as mulheres, a importância do diagnóstico precoce. Durante todo o mês de outubro, o edifício da sede da Federação, na Avenida Nossa Senhora da Penha – Vitória, estará iluminado de rosa em prol da campanha.
 
A presidente, Cris Samorini, destaca a relevância deste movimento na vida das mulheres e de toda a sociedade:
 
“Precisamos alertar mais sobre os riscos da doença do câncer de mama e a importância do autocuidado. Eu como mulher e presidente da Federação faço questão de ser uma voz ativa nesse movimento. Queremos sensibilizar e cuidar dos trabalhadores da indústria e da população de uma forma geral. Ao apoiar a campanha, o objetivo da Findes é incentivar a todos a manterem as rotinas de consultas e exames preventivos em dia”, diz Cris Samorini.
 
Você sabia que o câncer de mama é o tipo mais frequente de câncer em mulheres?
 
De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o que mais acomete as mulheres e, um dos mais importantes fatores de risco, é a idade. Cerca de quatro em cada cinco casos ocorre após os 50 anos. É importante destacar que ele tem mais de 95% de chance de cura quando detectado no estágio inicial.
 
Perguntas e Respostas com a médica oncologista Camila Cezana
 
Confira abaixo a entrevista com a médica oncologista do Hospital Santa Rita, o hospital é referência em oncologia no ES, Camila Cezana. Ela esclarece as principais dúvidas sobre o tema.
 
Qual a frequência que a mulher precisa ir ao ginecologista?
A mulher deve ter o acompanhamento ginecológico em diferentes fases da vida. Ao iniciar atividade sexual, por exemplo, e sempre no período em que for realizar os exames de rastreamento (mamografia, papanicolau). Em caso de aparecimento de sinais de alarme como nódulos em mama ou em axila, sangramento vaginal e dor pélvica persistente a paciente também deve procurar um profissional da saúde para investigação.
 
Quais exames são necessários fazer e com que idade?
Os exames de rastreamento necessários são:
 
1- Exame de preventivo (papanicolau): Tem como intuito diagnosticar precocemente o câncer de colo uterino e lesões precursoras. Segundo o Ministério da Saúde, deve ser indicado a partir dos 25 anos e em pacientes que já iniciaram a vida sexual.
 
2- Mamografia: É o exame de escolha para rastreamento de câncer de mama. Idealmente o exame deve ser realizado a partir dos 40 anos embora o Ministério da Saúde indique a realização a partir dos 50 anos.
 
3- Colonoscopia: Exame de rastreamento para tumores de intestino e reto. Indicado a partir dos 45 anos de idade.
 
Mulheres mais jovens podem ter câncer de mama?
Embora o câncer de mama seja mais comum em mulheres mais velhas, pacientes jovens podem sim ter este diagnóstico. Deve-se ficar atenta a casos de câncer de mama na família principalmente mãe e irmã. Mulheres que são diagnosticadas mais novas tem maior probabilidade de ter alguma mutação genética (câncer hereditário).
 
Qual a melhor forma de prevenção do câncer de mama?
A prevenção primária da doença envolve a redução dos fatores de risco. Deve se estimular a prática de exercícios físicos, alimentação equilibrada, perda de peso e evitar o uso de bebidas alcoólicas. A amamentação é um fator de proteção.
 
Por Kamily Rodrigues e Raianne Trevelin/Findes


 

SIUMARA GONÇALVES

Analista de Comunicação

Coordenação de Comunicação Institucional e Relações com a Imprensa

Gerência Executiva de Comunicação e Marketing – Findes

 

10:25:41
 
Categorias ,

jornalresgate