Exportações de rochas naturais brasileiras registram melhor resultado do quadrimestre nos últimos 10 anos

Exportações de rochas naturais brasileiras registram melhor resultado do quadrimestre nos últimos 10 anos.

O mercado de rochas naturais brasileiro atingiu um novo marco em 2024: o melhor resultado acumulado entre janeiro e abril dos últimos 10 anos. As exportações setoriais registraram crescimento de 15,7% no quadrimestre, gerando U$ 387,9 milhões em negócios. Os dados foram divulgados pelo Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas), nesta quinta-feira.

 

Os principais destinos dessas exportações foram para Estados Unidos, com uma participação de 58,06%, seguido pela China, com 14,10%, Itália, com 6,75%, México, com 5,06%, e Reino Unido, com 1,68%. O crescimento das exportações de rochas naturais para o mercado americano no período acumulou alta de +30,2%, com forte demanda para os quartzitos, que representam 55,06% de tudo o que foi exportado e cresceu 57,03% sobre o ano anterior.

 

“Estamos entusiasmados com os resultados positivos alcançados pelo setor de rochas até agora. Desde janeiro, participamos de quatro grandes ações por meio do It’s Natural – Brazilian Natural Stone, programa de incentivo às exportações desenvolvido pelo Centrorochas e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil). Três deles foram nos Estados Unidos e um na China. A receptividade do mercado internacional aos nossos produtos é sempre de muito orgulho”, comentou o presidente da associação nacional de rochas naturais, Tales Machado.

 

Os interessados em explorar os dados setoriais e entender melhor o panorama do mercado de rochas naturais podem ter acesso ao BI Centrorochas, plataforma que oferece uma análise detalhada, incluindo mapas e gráficos que facilitam a compreensão das tendências e padrões do setor. A ferramenta está disponível para acesso imediato, e os interessados podem entrar em contato com o Centrorochas pelo número 27 99802-9651 para obter mais informações.

 

 

 

Categorias

jornalresgate